quarta-feira, 2 de julho de 2008

Fritando números

Eu mantenho um blog, com seus altos e baixos, desde 01 de janeiro de 2003. Teve a fase dos textos divertidos, teve a fase das histórias de amor, a fase dos poemas (sim, eu escrevo poemas também!), teve a fase do nada a dizer (mais de uma vez), teve época de 50 visitantes por dia, teve época de 1 visitante por semana, teve a crise por falta de comentários, enfim, teve de tudo um pouco. Quem vir meu perfil terá a informação de que sou membro do Blogger desde maio de 2008. Acontece que eu usei até essa data a identificação Vangelis2003, apesar de sempre ter assinado os posts com meu nome e não com o nick que me identificava no Blogger.

Mudei o nome do blog várias vezes, apesar de
manter o mesmo endereço ao longo dos cinco anos. O primeiro nome foi "Entra quem quer, fica quem gosta." O que mais tempo durou foi "Aos trancos e barrancos" e o último foi "Descontraído" com o sugestivo subtítulo "porque contratura demais pode matar."

Então surgiu a idéia do Neurônio Frito, uma tentativa de exercitar a opção pela crítica a qualquer coisa que me chame a atenção, de uma forma ou de outra. Ainda não atingi o objetivo, mas estou me concentrando para consegui-lo.

O próprio Blogger também evoluiu nesse período, dando possibilidades muito mais interessantes para se fazer um blog de maneira prática, tipo tudo em um. Meus blogs anteriores não tinham sequer a lista dos blogs que eu lia. Nesse tem até vídeo! Nesse meio tempo conheci o Google Analytics, que permite o controle de todo o tráfego no blog. Vamos ver o que aconteceu nesses 37 dias de Neurônio Frito:

Foram 447 visitas feitas por 119 visitantes vindos de 6 países: Brasil, Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Chile e Argentina. Do Brasil foram 34 cidades, de 15 estados diferentes. Da Alemanha, 1 cidade; dos EUA, 3 cidades; da Espanha, Chile e Argentina, 1 cidade cada. Total de 40 cidades.

Poderia ser melhor, mas está bom para começar. Um dos próximos passos é começar a editar o blog também em inglês, facilitando a leitura de quem vem de longe para ler algo, seja qual for o motivo. Outro plano é manter uma distãncia regular entre um post e outro, tipo, a cada 4 dias, por exemplo. Depois de 5 anos e meio "blogando" acho que é hora de levar mais a sério. Ou parar.

4 Deixe seu comentário::

Lua Nua disse...

Num pára não!!!
Te conheço desde o tempo de "Aos trancos e barrancos" e sei que vc escreve poemas lindíssimos (eu até já "roubei" 1).

Tô blogando desde 2002, tb mudei de espaços e perdi (acho) os anos de 2002 e 2003, mas isso não é uma luta e nem é para levarmos muito a sério. Essa coisa de blogar é apenas para não pirarmos de vez... Bahhh Gaúcho! Fica!!!!

beijos

Gisele disse...

Amore, blog é um diário, só tem que fazer bem prá quem escreve, viu?
Se fizer o mesmo prá quem lê, legal. Senão, vale assim mesmo.
Continue. Por você.
E por nós.
Beijos,

Guilherme disse...

Apresentar um texto interessante é trabalhoso, e o objetivo é do autor é compartilhar o tema. Sem motivação deve ser difícil, tem que valer a pena. Espero que você continue. Boa sorte.

Odele Souza disse...

Olá,
Pelo sitemeter descobri que você ou alguém por intermédio de seu blog,visitou hoje o blog de Flavia. Mesmo sem ter deixado comentário, agradeço pela visita.
E MUITO OBRIGADA por manter aqui o link do blog de Flavia. "Para que mais gente saiba". Um abraço pra você por isto.

Quanto ao seu post, sou de opinião que deve mesmo haver um intervalo de 4 a 5 dias entre um post e outro. É o tempo necessário para as pessoas que gostam de te visitar passem por aqui. Também é um tempo pra você.

Não concordo com o comentário acima de que o blog é um diário. Pode ser, mas cada vez mais os blogs estão se tornando um excelente meio de comunicação e divulgação de idéias, protestos, alertas.... E assim o blog passa a ser, entre outras coisas, um instrumento para o exercício de nossa cidadania.

Um abraço e bom fim de semana.